terça-feira, 24 de maio de 2005

Teatro

Ler
Escolher
Escrever
Adaptar
Procurar a cena perfeita
Repetir
Repetir
Corrigir
Repetir
Encontrar o olhar perfeito
Encontrar o gesto perfeito
Cansaços
Discussões
Choro
Desilusões
Encontros
Revelações
Tantas as emoções
...
Finalmente o dia
Um friozinho no estômago
Um brilho diferente no olhar
Caracterização
Transformação
Bastidores
Confusão
Luz apaga
Coração dispara
Cortina a abrir
Abrem as asas
Soltam-se amarras
Voam estrelas
...
Soam aplausos
...
Vertem-se lágrimas
Esquecem-se cansaços
Esquecem-se atritos
Distribuem-se abraços
Fazem-se juras
De almas nuas
Guarda-se o momento
Bem fundo cá dentro.

Escola Secundária Inês de Castro, 24 de Maio de 2005

1 comentário:

Kika disse...

Tudo o ke está aki é bem verdade e ontem verificou-se.
Primeiro a excitação e os nervos depois o respirar fundo quando se ouvem as gratificantes palmas vindas do publico e o alivio de tudo ter corrido bem.
Isto é teatro!! É viver tudo até ao fim, é viver tudo com emoçao, é o keres viver mts vidas numa só.